Ilha Grande com crianças

Ilha Grande com crianças

12082130_922077187848102_122266141_o

 

 

Este post faz parte da blogagem coletiva sobre viagens com crianças, em comemoração ao dia delas! Blogueiros especializados no tema dão as melhores dicas da região em que moram para você viajar mais e melhor na companhia de seus filhos. Abaixo deste post, você encontra os links para as outras publicações.

 

 

Esse texto, além de ser uma edição especial para o dia das crianças , é sobre o meu paraíso particular. Sobre um lugar que faz parte da nossa história de viajantes, do início ao fim. Aquele que definiu meu estilo de viagem, que me fez amar a natureza e  que me faz sorrir a cada vez que o visito.

Tenho muito o que falar sobre a Ilha Grande. Foi onde passei boa parte das minhas férias de infância , e já fiz todo tipo de visita e passeio.  Mas nesse post, vou te ensinar como chegar e listar alguns roteiros pra conhecer este paraíso com as crianças.

 

 

 

 

A Ilha Grande. (Imagem retirada do Google)
A Ilha Grande. (Imagem retirada do Google)

 

 

 

  • A Ilha Grande

 

 

Pertence ao município de Angra dos Reis, no  Estado do Rio de Janeiro. Tem  193 km² e  mais de 100 praias exuberantes.  Seu relevo é montanhoso, com alguns picos e inúmeras cachoeiras, rodeadas pela mata-atlântica. Tudo isso proporciona cenários maravilhosos, imperdíveis, e inúmeras atividades a se fazer.

 

 

562419_343610499020744_1768677840_n

 

 

  • Como chegar

 

 

Antes de tudo, saiba que não é possível chegar à Ilha de carro, ônibus ou moto. Não existem pontes e nem balsas transportadoras de veículos.  Por isso, é preciso que você chegue a uma das três cidades que fornecem acesso por via marítima: Angra dos Reis, Mangaratiba e Conceição de Jacareí e se estiver com seu próprio veículo, deixe em estacionamentos que existem próximos aos cais de embarque. Os aeroportos mais próximos ficam na cidade do Rio de Janeiro, e o acesso a essas cidades se dá pela estrada Rio-Santos (BR-101).

 

 

Rotas marítimas para a Ilha Grande. (Imagem retirada de www.ilhagrande.com.br)
Rotas marítimas para a Ilha Grande. (Imagem retirada de www.ilhagrande.com.br)

 

 

Existem embarcações regulares saindo todos os dias, porém é preciso saber para qual ponto você deseja ir.

A Vila do Abraão é a localidade com mais infra-estrutura da Ilha ( luz, restaurantes, rede hoteleira diversificada, posto de saúde, entre outros) e por isso, o destino mais comum entre os visitantes.

 

 

Para a Vila do Abraão,  existem as seguintes opções:

 

 

– Barca operada pela empresa CCR, saindo de Angra dos Reis e Mangaratiba. O tempo de travessia é de aproximadamente 1 h e 20 min. Confira os horários e tarifas aqui.

 

 

– Outras embarcações saindo de Conceição de Jacareí e Angra dos Reis. Confira horários, tarifas e  informações nos seguintes links:

 

 

⇒ Fast Boat

 

⇒ Speed Boat

 

Saveiros e Escunas

 

 

  • Onde ficar

 

 

Não vou entrar no mérito de cada hospedagem, pois existem na Ilha, diversas modalidades e que atendem diferentes tipos de viajantes. Saiba que é possível desde acampar, até ficar em uma pousada que ofereça mais conforto. A escolha é sempre sua!

 

 

  • O que fazer

 

 

#1  Explorar a Vila do Abraão e praias adjacentes

 

 

A Vila do Abraão tem cara de cidadezinha rústica e é considerada a “capital” da Ilha Grande por toda a infraestrutura que oferece.  Possui um centro com restaurantes, pousadas, cais, agências de turismo, lojas diversas e uma praça com a igreja secular de São Sebastião.

 

 

1510551_611717872210004_1089662650_n
Vila do Abraão e Igreja de São Sebastião

 

 

 

Se afastando um pouco do centro, podemos passear por praias de mar calmo da enseada do Abraão, como as praia da Júlia, Abraãozinho e praia Preta ,  ideal para as crianças aproveitarem muito!

 

 

180486_152413291482429_100001412767380_304605_1324977_n

 

184270_152413164815775_100001412767380_304603_6811176_n

 

iphone 145
praia do Abraão

 

 

No entorno, fazendo o circuito do Abraão ( T1), com trilhas curtas e de fácil acesso, também é possível conhecer lugares históricos, como as ruínas do Lazareto, um hospital de quarentena, construído em 1873 para viajantes que chegavam enfermos ao Brasil, e que funcionou até 1913. Para abastecê-lo, foi construído um aqueduto, em 1893 por determinação de D. Pedro II. Junto à cabeceira do aqueduto, existe uma pedra em forma de sofá, onde Dom Pedro II costumava sentar.

 

 

DSC04403
Aqueduto

 

 

Ainda nesse circuito, é possível conhecer a Cachoeira dos Escravos, também conhecida como Poção. A Cachoeira dos Escravos possui um escorregador entre as pedras, que desagua na piscina natural. Uma ótima opção para quem deseja um banho refrescante após a praia ou após aquela caminhada.

 

 

#2  Tomar um banho na Cachoeira da Feiticeira

 

 

A Cachoeira da Feiticeira tem uma vista exuberante, com seus 15 metros de queda d’água.  Para chegar nela, pegue a trilha T2, que se inicia logo abaixo do aqueduto. Todo o percurso é bem sinalizado com placas.

 

181956_1423256641324_1829971794_797240_471588_n
Placas de sinalização

 

 

Um banho de cachoeira ou até mesmo na piscina natural que se forma abaixo dela,  faz valer a pena toda a caminhada.

 

 

180400_1423252641224_1829971794_797229_6715253_n
Cachoeira da Feiticeira

 

 

#3 Visitar Lopes Mendes

 

 

Esse é um passeio imperdível. A praia de Lopes Mendes está entre uma das mais bonitas do Brasil e possui aproximadamente 3 km de extensão de areia branca e fina. Por se tratar de uma praia virada para o oceano, o mar não é tão tranquilo. Porém, vale a pena andar até o final da praia, onde é possível ter um espaço de praia só pra você e sua família, com mar sem ondas.

 

 

Lopes Mendes é uma praia sem infraestrutura, água potável e por isso tem cara de praia deserta. Na alta temporada, você encontra muitos vendedores ambulantes no início da praia.

 

 

ilha grande 109

 

Malinha em Lopes Mendes
Malinha em Lopes Mendes

 

 

180104_1423283722001_1829971794_797314_6470881_n
Lopes Mendes

 

 

Por causa do mar agitado, nenhuma embarcação leva direto para a praia. A forma mais usada é por passeio de barco partindo de Abraão, que deixam os turistas na praia do Pouso, de onde inicia uma trilha leve para chegar a Lopes Mendes, do outro lado da Ilha; Pode também caminhar desde Abraão pela trilha T10, passando pela Praia Grande das Palmas e Praia dos Mangues. Percurso total de 6 km.

 

 

Praia Grande de Palmas
Praia Grande de Palmas

 

Revezamento de bebê na trilha para Lopes Mendes
Revezamento de bebê na trilha para Lopes Mendes

 

 

#4 Passeios Marítimos

 

 

Sabemos que algumas trilhas não serão possíveis de serem feitas com as crianças e como o meio de transporte na Ilha se resume a meios marítimos, vale a pena contratar passeios de barco, escuna ou lancha. Geralmente são oferecidos passeios para dar uma volta inteira ou meia volta na Ilha Grande. Existe paradas em algumas praias e outras só se conhece de dentro da embarcação. Costumam durar o dia inteiro, e algumas agências oferecem refeição. Vale a pena pesquisar para escolher o que mais agradar a você e sua família.

 

Um dos passeios mais populares de barco, é a visita à Lagoa Azul e Lagoa Verde. São piscinas naturais protegidas por pequenas ilhas, com águas cristalinas, permitindo visualização de lindas espécies marítimas. Não esqueça das bóias para as crianças, pois é profundo.

 

DSC02945
Lagoa Verde

 

 

  • Considerações finais

 

 

-Dei apenas alguns exemplos nesse post, mas existem muito mais lindas praias para conhecer, como: Aventureiro, Parnaioca, Caxadaço, Freguesia de Santana, Saco do Céu, Feiticeira, Dois Rios, entre muitas e muitas outras.

 

-A Ilha Grande também é um lugar histórico, repleto de ruínas e lendas, que nos fazem viajar no tempo, principalmente por ser isolada e com a natureza preservada.

 

-É um bom lugar para ensinarmos nossos filhos sobre a fauna, flora e sobre respeito e conservação dos mesmos. É um paraíso, um tesouro e é nosso dever que continue assim.

 

-Lembre-se de levar dinheiro em espécie o suficiente, pois na Ilha não existem bancos e nem caixas eletrônicos. Na Vila do Abraão, a maior parte dos estabelecimentos aceita cartão, porém é melhor se prevenir para não ter nenhum imprevisto.

 

-Itens como : protetor solar, brinquedinhos de praia, roupas de banho, tênis para as trilhas, bóias de braço, e câmera fotográfica, são indispensáveis para quem visita a Ilha Grande com crianças.

 

 

Espero ter te inspirado a considerar esse paraíso como destino para viajar com seus filhos, e que minhas dicas tenham te ajudado!

 

Boa viagem!

 

 

 

LISTA DE POSTS QUE FAZEM PARTE DA BLOGAGEM COLETIVA

 

 

Confira as outras postagens que fazem parte da Blogagem Coletiva Viagem com Crianças:

 

 

Fortaleza – Blog Uma Vida Qualquer, por Fernanda Moreira

 

Rio de Janeiro – Blog Vida de Viajete, por Natália Ferrer

 

Rio de Janeiro – Blog Malas & Malinhas, por Bárbara Calmeto

 

Vale do Paraíba (SP) – Blog Viajante em Tempo Integral, por Érica França

 

Dubai e Abu Dhabi – Blog Maria Aqui e Ali, por Renata Salas Collazo

 

Porto – Blog Mãe Dondoca, por Ana Paula Comodo

 

Bogotá – Blog Desempilhados, por Tati Rosa Domingues

 

Petrolina – Blog De Petrolina para o Mundo, por Taís Farias

 

Londres – Blog Londres com Filhos, por Liliane Arend

 

São Paulo – Blog  Passeiorama, por Guaciara Rhein

 

Museus no Rio de Janeiro – Blog Viajar Hei, por Patrícia Tayão


Aline Figueiredo

É mãe das malinhas Amanda e Andressa, travel-blogger, ama viajar, estudar, escrever e é viciada em séries. Acha que é de amor que as pessoas precisam e tem esperança da construção de um mundo melhor, porque acredita nas crianças.

24 Comments

  • Trackback: Passear com Crianças em Petrolina – PE
  • Carol
    19 de novembro de 2015 18:50

    Aline, parece que adivinhou… to querendo conhecer o litoral sul do Rio e amei as dicas. Com certeza vou precisar de mais algumas informações! Adorei!

  • Caroline
    20 de outubro de 2015 22:23

    Mt legal o post Aline!

    Estou planejando fazer Petrópolis, Paraty, Trindade, Angra e Praia Grande em janeiro, com marido e nossa pequena de 04 anos. Sabe se nessa época chove mt lá, a ponto de não valer a pena ir nessa época? Queria aproveitar o período de férias…

    • Aline Figueiredo
      20 de outubro de 2015 22:52

      Caroline, chove muito sim! Principalmente no início de janeiro! Porém, nosso verão é meio imprevisível né? Vale ir consultando sites confiáveis de previsão do tempo! Eu curto a Ilha Grande com sol e chuva, mas se chover forte, pode impedir passeios de barco e as trilhas ficam com muita lama!

  • Trackback: Carregando Malinhas: 5 destinos para descobrir o Brasil com crianças | Carregando Malinhas
  • Taís Farias
    15 de outubro de 2015 18:42

    Aline! Muito Legal! Como conheço muitas praias do Nordeste, as do Sudeste eu acho bem diferentes! Bjs

  • Taís Farias
    15 de outubro de 2015 18:41

    Aline! Muito legal! Como conheço muitas praias do Nordeste, pra mim, as do Sudeste são bem diferentes! Bj

  • Natalia
    7 de outubro de 2015 09:09

    Admiro quem tem coragem de ir a Ilha Grande. Fui quando tinha 10 anos e a barca balançou tanto, tanto, mais tanto que nunca mais tive coragem de voltar. (na ida e na volta) 🙁
    Mas realmente é um lugar sensacional!
    Ótimo post! Bjs!

  • Patricia tayão
    7 de outubro de 2015 05:43

    Aline, compartilho com você de que a Ilha Grande é um paraíso, um lugar perfeito para viajar com crianças, principalmente pelo fato das praias serem calmas, e não ter carro circulando na ilha. Um sossego só! Me deu até vontade de dar uma mergulho por lá! Abraços!

  • Bárbara Calmeto
    5 de outubro de 2015 22:44

    Aline Parabéns pelo post. Informações úteis para visitar esse paraíso. Está na minha meta 2016. Beijos

    • Aline Figueiredo
      6 de outubro de 2015 00:08

      Obrigada Bárbara! Espero que sua visita seja fantástica! Beijos!

  • Ana
    5 de outubro de 2015 17:09

    Aline, que excelente post! Você parece conhecer muito bem a ilha e ter um carinho especial por ela. Meu marido sempre fala dessa praia Lopes Mendes, que a acha linda. Com certeza é um passeio que um dia faremos! Bjos., Ana.

    • Aline Figueiredo
      6 de outubro de 2015 00:09

      Ana,
      realmente ela mora no meu coração. É um dos meus lugares preferidos no mundo! Espero que você um dia a conheça e que ela te encante assim como faz comigo! Beijos!

  • Liliane
    5 de outubro de 2015 15:35

    Aline,
    Acabo de chegar a conclusão que Ilha Grande é a minha cara !!! Eu, sinceramente, nunca havia pensado em visitar mas confesso que a vontade é a de arrumar as malas e partir 🙂
    Beijoca
    Li
    londrescomfilhos.blogspot.com

    • Aline Figueiredo
      6 de outubro de 2015 00:10

      Aaah! Que bom que se identificou! Faça as malas e venha! Me chama que vou junto! Beijos!

  • Renata
    5 de outubro de 2015 14:34

    Aline,
    Adorei as dicas!!! O Rio de Janeiro e realmente lindo e o melhor tem uma vocacao muito grande para programas em familia!!!
    Ja estou sonhando com essas praias!!!

    • Aline Figueiredo
      6 de outubro de 2015 00:11

      Renata,
      Espero que um dia você tenha a oportunidade de viver o sonho!! Beijos!

  • Érica
    5 de outubro de 2015 13:57

    A Ilha Grande é famosa por suas praias lindas, mas eu não tinha noção de que era um destino tão legal para ir com as crianças. Agora que sei, está de vez na wishlist! 🙂

    • Aline Figueiredo
      6 de outubro de 2015 00:13

      Que bom que colaborei pra que um destino maravilhoso entrasse nessa lista tão valiosa! Quando visitar, me conte como foi! Beijos

      • Lucia M.
        15 de dezembro de 2015 22:53

        Achei esse post mega maravilhoso, me empolguei de levar as minhas malinhas pra desbravar essa ilha que não conheço. Meu receio é a travessia. Sou do Rio, e queria a sua opinião sobre as embarcações com os pequenos. Criança não curte ficar sentada e ainda tem os fatores de balançar e a segurança. Valeu!

        • Aline Figueiredo
          16 de dezembro de 2015 00:43

          Olá Lucia! Fico muito feliz que tenha gostado! Você não vai se arrepender quando conhecer o paraíso que é a Ilha Grande! Sobre a travessia, há diversas opções e você deve escolher aquela que deixar você e sua família mais confortável. Quanto menor a embarcação, mais rápida a travessia é feita. Então, em lanchas e barcos rápidos, vai existir realmente pouco espaço para as crianças se locomoverem,porém o tempo sentado será menor. Em saveiros, é possível certa movimentação, porém existe maior sensação para o balanço do mar. Nas barcas, você encontrará estabilidade e espaço, porém a travessia será feita em muito mais tempo se comparada às outras embarcações. Espero ter ajudado! Beijos e volte sempre!

  • tati
    5 de outubro de 2015 13:34

    Que belos lugares mas essas crianças lindas roubaram a cena. Parabéns!!!! Bj, Tati

    • Aline Figueiredo
      5 de outubro de 2015 13:42

      Obrigada Tati!! Bjos

  • Trackback: Piquenique no Rio de Janeiro | Malas & Malinhas

Leave a Reply