O mundo do marketing de moda é diversificado, excitante e desafiador.

Você pode não estar fazendo as roupas, mas não deixe que isso atrapalhe: a moda é uma indústria na qual você pode colocar suas habilidades e talentos em bom uso em praticamente qualquer área que desejar.

Como profissional de marketing, você poderá vivenciar o trabalho na vanguarda da moda, recebendo o reconhecimento das roupas da sua marca e até mesmo tendo a chance de trabalhar com nomes familiares.

 

De fato, o marketing é onde a moda e os negócios se encontram. Afinal, o principal objetivo do marketing é incentivar os clientes a comprar as melhores roupas e aumentar a conscientização sobre sua marca. Para as pessoas que querem combinar seu amor pela moda com uma carreira na qual podem realmente causar impacto, o marketing de moda é a escolha perfeita.

Mas como você pode começar?

1 – Obter experiência

O campo é difícil quando se trata de encontrar o emprego dos seus sonhos.

Pós-graduação em marketing de moda são muito raros, então antes de começar sua busca de emprego, é imperativo que você tenha alguma experiência no mundo da moda, especialmente porque qualquer experiência que você já tenha em marketing pode não ser necessariamente boa para você.

Se isso envolve estagiar com um varejista ou marca de moda, trabalhar em uma posição de varejo (mesmo no chão de fábrica) ou se candidatar a um aprendizado, qualquer experiência e conhecimento da indústria serão benéficos.

Você também pode fazer um curso de marketing de moda se quiser realmente progredir, embora ao escolher o curso você precise verificar que tipos de links o curso tem com marcas e firmas do setor e que tipo de oradores convidados você pode esperar conhecer.

2 – Inicie o seu networking

Nunca é cedo demais para começar a fazer conexões relevantes.

Como em muitos outros setores, a moda é um lugar onde você encontrará muito mais facilidade em conseguir um pé na porta se tiver um contato para o qual possa ligar, para obter orientação ou até mesmo para experiência de trabalho.

Quanto mais você desenvolver contatos e sua rede, maior será a probabilidade de encontrar um emprego adequado a você quando estiver pronto para começar a se inscrever.

Outra dica é limpar o seu diário e começar a procurar por eventos de rede da indústria da moda, encontros e mixers para participar.

Uma vez lá, faça um esforço para aceitar cartões de visita e lembrar nomes. Dessa forma, você poderá entrar em contato com eles mais tarde, quando precisar de conselhos ou ajuda.

3 – Descubra o que você quer fazer

Tal como acontece com muitas indústrias, o marketing é extremamente diversificado. Compreendendo marketing digital, relações públicas, mídia social, comunicação de marca e muito mais, às vezes pode ser uma dor de cabeça para alguém começando sua carreira.

Lidar com isso desde o início, decidindo qual área em particular você deseja apontar e, em seguida, aplicar para essas funções específicas. Descubra em que você é bom ou apaixonado e depois procure papéis que coincidam com esses interesses.

Isso não apenas significará que você pode adaptar a experiência adquirida a um trabalho específico, mas também evitará qualquer confusão e busca de consciência de sua parte quando chegar a hora de começar a se inscrever.

4 – Decida sua base

A moda é uma indústria global e os trabalhos para os quais você pode se candidatar abrangem o mundo, com centenas de desfiles de moda, galas e eventos de marketing e relações públicas acontecendo a cada ano.

Consequentemente, alguns papéis envolverão você trabalhando internacionalmente. Se isso significa que você tem que se mudar para outro país como parte de seu trabalho, ou que você estará viajando muito, é importante que você decida com que extensão você está disposto a viajar em sua função (se for o caso) e adaptar sua procura de emprego em conformidade.

5 – Seja digitalmente experiente

No mundo digital de hoje, 60% das marcas de moda e beleza têm uma estratégia de marketing influenciadora.

Como resultado, fica claro o quão importante é a presença on-line e que isso é algo que você deve ter em mente quando se trata de seus próprios perfis de mídia social.

O seu “branding” on-line pessoal é importante, pois pode ser analisado pelos empregadores antes e durante o processo de entrevista. Afinal de contas, hoje em dia o marketing inclui responsabilidades de mídia social, de modo que os canais pessoais podem ser checados como “portfólios” em potencial sem que você esteja ciente disso.

Não seja pego de surpresa; cultive seus perfis conectando-se com especialistas do setor e publique notícias relacionadas à moda para mostrar seu interesse genuíno no setor.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *